Justicia del trabajo y asesinato de campesinos en tiempos de la dictadura cívico-militar del Brasil
PDF

Cómo citar

Torres Montenegro, A. (2012). Justicia del trabajo y asesinato de campesinos en tiempos de la dictadura cívico-militar del Brasil. REVISTA CONTROVERSIA, (198), 253-287. Recuperado a partir de https://revistacontroversia.com/index.php?journal=controversia&page=article&op=view&path[]=40

Resumen

Este artículo analiza la historia del ataque sufrido en 1972 por un grupo de trabajadores del ingenio de azúcar conocido como Matapiruma, establecido en la ciudad de Escada, Pernambuco. El blanco central de la violencia fueron los hermanos Luís Inocêncio Barreto, José Inocêncio Barreto y João Inocêncio Barreto, quienes, junto con 71 trabajadores más, habían liderado una acción laboral ante la Junta de Conciliación y Juicio de aquella ciudad. Después de haber vencido en la causa ante la justicia del Trabajo, esos trabajadores y, en especial, los tres hermanos, pasaron a ser perseguidos por el dueño del ingenio y por las autoridades policiales y militares. Esta microhistoria de los hermanos Inocêncio muestra la lucha del los trabajadores campesinos por sus derechos laborales y la persecución de la que eran víctimas por parte de fuerzas e instituciones del estado durante la dictadura militar (1964-1985). El artículo analiza una serie de documentos encontrados en el archivo del Dops-PE y utiliza una entrevista con uno de los hermanos que sobrevivió a ese ataque.

Palabras Clave: Dictadura militar, Asesinato, Matapiruma, Pernambuco, Luís Inocêncio Barreto, José Inocêncio Barreto y João Inocêncio Barreto, Brasil

 

ABSTRACT

Justice of labor and murder of peasants in the Brazilian civil-military dictatorship

This article analyzes the attack on a group of workers in 1972 in the sugarcane central known as las Matipurana, in the city of Escada, Pernambuco, Brazil. The main targets of this violence were the brothers Luís Inocêncio Barreto, José Inocêncio Barreto and João Inocêncio Barreto, who were the leaders of the legal action under the Labour Law, together with other 71 workers. After winning the suit the workers were persecuted by the owner of the sugarcane central and the police and military authorities. This microhistory of the brothers Inocêncio shows the struggle of farm workers for their labor rights and the persecution that were subjected by forces and state institutions during the military dictatorship (1964-1985). The article analyzes a series of documents found in the Dops-PE archive as well as an interview with one of the brothers who survived that attack.


Key Words: Military Dictatorship, Murder, Matapiruma, Pernambuco, Luis Inocêncio Barreto, José Inocêncio Barreto and João Inocêncio Barreto, Brazil

PDF

Citas

FUENTES PRIMARIAS

Entrevista a Luís Inocêncio Barreto, entrevistado por Antonio Torres

Montenegro y Carlos Gomes el 12/08/1998 para el Proyecto

Guerreiros do Além Mar, apoyado por el CNPq.

Entrevista al padre Servat para el proyecto Guerreiros do Além Mar

em 1997, apoyado por el CNPq. Archivo del Lahoi.

Periódico El Estado de São Paulo

Periódico Jornal do Commercio de Pernambuco

Prontuario Municipio de Escada. Ingenio Matapiruma de Baixo.

Fundo 29541.

FUENTES SECUNDARIAS

Abreu, Socorro, 2005, “O sindicalismo rural em PE e o golpe de

”, en Desenvolvimento Rural, vol. 1, no. X, Brasília.

Aquino, Maria Aparecida de, 1999, Censura, Imprensa, Estado

Autoritário (1968-1978): o exercício cotidiano da dominação e da

resistência o Estado de São Paulo e o Movimento, Bauru, Editora

da Universidade do Sagrado Coração.

Azevedo, Fernando, 1982, As Ligas Camponesas, São Paulo, Paz e Terra.

Bezerra, Gregório, 1980, Memórias (segunda parte, 1946-1969), Rio

de Janeiro, Ed. Civilização Brasileira.

Cavalcanti, Erinaldo V., 2010, “Narrativas do Medo: Histórias

e memórias das ameaças comunistas (1960-1964)” en

Anais Eletrônicos do X Encontro Nacional de História Oral.

Testemunhos: História e Política, Recife 26 a 30 de abril de

Dabat, Christine Rufino, 2007, Moradores de Engenho. Relações de

trabalho e condições de vida dos trabalhadores rurais na zona

canavieira de Pernambuco, segundo a literatura, a academia e os

próprios atores sociais, Recife, Editora Universitária.

--------, 2008, “Uma caminhada ‘penosa’: A extensão do Direito

trabalhista à zona canavieira de Pernambuco”, en: Clio. Série

Revista de Pesquisa Histórica, no. 26-2, Editora da Ufpe, Recife,

pp. 291-320.

Del Castillo Troncoso, Alberto, 2008, “O movimento estudantil de

na Cidade do México visto através da fotografía”, en Revista

Clio, Revista de Pesquisa Histórica, no. 26-1, p.11-33.

Escrivão Filho, Antonio Sérgio e Frigo, Darci, 2010, “A luta por direitos

e a criminalização dos movimentos sociais: a qual Estado de Direito

serve o sistema de justiça?”, en Canuto, A. et al., coord., Conflitos

no Campo Brasil 2009/CPT, São Paulo, Expressão Popular.

Gomes, Angela de Castro, 2006, “Retrato falado: a justiça do trabalho

na visão de seus magistrados”, en Estudos Históricos, no. 37, Rio

de Janeiro, janeiro-junho.

James, Daniel, 2004, Doña Maria: historia de vida, memoria e identidad

política, Buenos Aires, Cuadernos Argentinos Manantial.

Kushnir, Beatriz, 2006, “Da Tesourinha ao sacerdote: os dois últimos

chefes da censura Brasileira”, en Martins Filho, José Roberto,

org., O Golpe de 1964 e o Régimen Militar: novas perspectivas, São

Carlos, Edufscar, 2006, pp. 47-65.

Lima, Maria do Socorro, 2006, “Sindicalismo rural em Pernambuco

nos anos 60: lutas e repressão”, en Clio. Série História do Nordeste,

vol. 22, pp. 189-213.

Montenegro, Antonio Torres, 2003, “Ligas Camponesas e sindicatos

rurais em tempo de revolução”, en Ferreira, Jorge e Neves, Lucilia,

O Brasil Republicano. O tempo da experiência democrática. Da

democratização em 1945 ao golpe civil-militar de 1964, Rio de

Janeiro. Ed. Civilização Brasileira, pp. 241-271.

Oliveira, Marylu Alves de, 2009, “Mas afinal o que era o comunismo? A

significação da palavra ‘comunismo’ através dos textos anticomunistas

que circulam no Piauí na década de 1960”, en Fênix. Revista de História

e Estudos Culturais, vol. 6, ano VI, no. 1, UFU-MG.

Porfírio, Pablo F., 2009, Comunismo e Revolução. Pernambuco (1959-

, Recife Editora da Ufpe.

Regina, Beatriz G., 2010, “História, política e testemunho: violência

e trabalho na Amazônia Brasileira. A narrativa oral da presidenta

do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Confresa, Mato Grosso”,

en História Oral: Revista da Associação Brasileira de História Oral, vol. 13, no. 1-2, Associação Brasileira de História Oral, Rio de

Janeiro, jan.-dez.

Rodeghero, Carla Simone, 2006, O diabo é vermelho: imaginário

anticomunista e Igreja Católica no Rio Grande do Sul (1945-1964),

Passo Fundo, UPF.

Serbin, Kenneth P., 2001, Diálogos na Sombra: bispos e militares,

tortura e justiça social na ditadura, São Paulo, Companhia das

Letras.

Smith, Anne-Marie, 2000, Um acordo forçado: O consentimento da

imprensa à censura no Brasil, Rio de Janeiro, Editora FGV.

Varios, 2010, A Ditadura de Segurança Nacional no Rio Grande do

Sul (1964-1985): História e Memória, 4 vols, Porto Alegre, Escola

do Legislativo “Deputado Romildo Bolzan”/Departamento de

História da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Ufrgs).

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.